segunda-feira, 9 de junho de 2014

Bolo prestígio com BIS

Oi pessoal!

Olha a delícia produzida nesse fim de semana! É de dar água na boca.

Bolo prestígio, cobertura de brigadeiro e raspas de chocolate branco, lateral com BIS.

Hmmmmmmm



Beijos! Ótima semana a todos!

terça-feira, 6 de maio de 2014

Bicarbonato de sódio x Fermento em pó

Qual a diferença entre fermento em pó e bicarbonato de sódio??
Por que algumas receitas levam um ou outro e algumas levam os dois??O fermento em pó e o bicarbonato de sódio são produtos químicos, utilizados em bolos e biscoitos, e tem função de dar volume e leveza à massa. Os dois liberam dióxido de carbono que nada mais é do que gás carbônico, cujas bolhas fazer a massa crescer.
O bicarbonato de sódio libera o dióxido de carbono quando misturado com algum ácido líquido, como limão, vinagre, iogurte, buttermilk etc. e começa a reagir imediatamente quando em contato com este ácido líquido. O cacau em pó é também um elemento ácido, porém só irá reagir com o bicarbonato quando entrar em contato com algum líquido. O bicarbonato também libera carbonato de sódio, um elemento que tem um sabor bem desagradável, mas que irá ser neutralizado pelo ácido.
O fermento em pó é uma mistura de bicarbonato de sódio com algum ácido – normalmente cremor de tártaro – e amido que absorve a umidade. Ele também começa a reagir quando misturado com algum líquido, mas não necessita do elemento ácido pois já contém em sua fórmula. O amido contido no fermento serve apenas para absorver eventual umidade, quando ainda na embalagem, e evitar que o bicarbonato reaja com o ácido – ambos contidos na fórmula. Embora ele comece a reagir quando em contato com algum líquido, será apenas no calor do forno que irá ter todo o seu potencial ativado.
Normalmente o bicarbonato é utilizado em receitas que não necessitam de tanto volume, como biscoitos e cupcakes. Já o fermento em pó é mais utilizado em bolos. Quando a receita leva por exemplo cacau em pó, que é ácido, normalmente pede os 2 elementos, principalmente se for um bolo.
É fundamental utilizar a quantidade correta e não substituir um pelo outro, já que uma receita equilibrada e bem elaborada necessita da quantidade certa de cada elemento. Se acrescentar fermento químico em excesso, a produção de gás será tanta que essas bolinhas que estavam tentando escapar irão conseguir. E sem elas dentro da massa durante o cozimento do bolo, ele irá murchar. Ou também pode deixar a massa com um volume tão grande que sua estrutura interna ficaria frágil a ponto de quebrar, deixando seu bolo solado. Se acrescentar pouco, não terá quantidade suficiente de gás para fazer a massa crescer.

Fonte: Internet

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Torta rápida de sardinha

Olá queridos, tudo bem?

Esses dias estava numa vontade imensa de torta de sardinha, aí pesquisei na Internet e achei uma receitinha bem gostosa. Mudei algumas coisas e deu este resultado incrível. Quer experimentar? Então anote aí!



Massa

2 ovos
100 ml de leite
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de creme de cebola
1/2 colher (sobremesa) rasa de sal
10 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colheres (sopa) rasa de fermento em pó
2 colheres (sopa) de aveia em flocos

Recheio

2 latas de sardinha picada (Eu usei a que vem com molho de tomate, usando um pouco do óleo)
Q.b. de tomate sem semente picado
Q.b. de cebola pequena picada
Q.b. de azeitonas picadas
Q.b. de cheiro verde picado
Sal e pimenta (a gosto)



Preparo

Misture os ingredientes do recheio e reserve (Não precisa ir ao fogo)

Numa vasilha, misture todos os ingredientes e bata na mão mesmo, de preferência com um batedor de arame. A massa é pouca, e fica com uma textura um pouco mais grossa que panquecas.
Coloque a massa numa forma untada e enfarinhada e despeje o recheio por cima. cubra com mussarela e parmesão ralados grosseiramente, não precisa ter muito queijo.
Leve em forno pré-aquecido por uns 20 minutos ou até assar a massa (Faça o teste do palito).


sábado, 26 de abril de 2014

Aprendiz de cozinheira, e uma vida feliz.

Este é um blog na qual divulgo meu trabalho, mas hoje resolvi ir um pouco mais além e falar sobre mim.

Pra quem me acompanha aqui no blog, sabe que mudei de profissão há pouco tempo. E nessa nova fase, fui notando ao longo do tempo (e das experiências) que aquele que escolheu cozinhar, o faz porque ama, e não há nenhuma outra explicação além desta.

Você começa a se incomodar com sua escolha profissional atual, e aquilo vai te torturando por anos, até que você joga tudo para o alto e decide: Vou ser feliz! E comigo não foi diferente. Escolhi ser feliz e não me arrependo (apesar das porradas da vida). Mas vou lhes contar que esta nova fase não foi nada fácil.

Tive picos e vales dentro das cozinhas que trabalhei, lavei muito prato e encarei muita "cara feia", mas todas essas experiências foram simplesmente maravilhosas. E então, comecei a ver (e crer) que cada dia dentro da cozinha é uma experiência única, e o dia anterior ou seguinte jamais será igual. E é esta a magia que eu admiro na gastronomia e nas cozinhas industriais.

A gastronomia é fascinante sim, e não há quem não se apaixone por ela, como expectador ou como peça principal. Não pense que os mais renomados chefs de cozinha do mundo inteiro estão agora em suas casas descansando com sua família. Não, eles estão lá, ralando junto com milhares de outros cozinheiros, ajudantes de cozinha, o pessoal da pia e mais uma enorme equipe que trabalha juntinho com ele para dar o tão reconhecido nome que aquele restaurante merece. 

Portanto, a você que está afim de mudar sua vida e quer ser um cozinheiro por amor ao que faz: Vá em frente!!! Mas esteja preparado (a) para enfrentar muitos obstáculos, pessoas legais, calmas, dedicadas, e as que gritam, xingam, humilham. Encare cozinhas bacanas, harmoniosas, e cozinhas corridas com 30 funcionários que "pensam que são o chef".

E lembrem-se: Em uma cozinha tem que ter harmonia. Não trabalhe em um lugar onde existe energia pesada e pessoas trabalhando por necessidade. Escolha trabalhar num ambiente tranquilo, calmo e acolhedor, pois mesmo que o salário seja menor, sua qualidade de vida, satisfação e produção vai valer muito mais a pena (e o aprendizado também).

Escolha ser feliz, em qualquer setor da sua vida. E toda a sua trajetória será deliciosa como brigadeiro de colher!

Boa sorte, meus caros!

(Quase) Chef Alessandra Macedo


terça-feira, 8 de abril de 2014

Torta de Frango deliciosa



Oi meus amores, tudo bem? Já fuçaram nas novas páginas do blog? Estão lindas!

Hoje trouxe essa maravilhosa torta de frango. Anota aí!

Massa

1 xícara (chá) de óleo
2 xícaras (chá) de leite integral
2 ovos
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
Sal e pimenta do reino a gosto
Manteiga e farinha de trigo para untar

Recheio

1 peito de frango cozido e desfiado
1 pitada de açafrão
Azeitonas verdes picadas
Salsinha picada
Alho picado
Azeite
Catupiry

Preparo

Massa

Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Recheio

Refogue o alho no azeite. Acrescente o frango e as azeitonas e mexa bem. Coloque o açafrão e a salsinha. Acerte o sal e desligue o fogo.


Montagem

Numa forma retangular untada, disponibilize metade da massa. Espalhe todo o recheio e por cima o Catupiry. Cubra com o restante da massa e leve ao forno pré-aquecido por 45 minutos, ou até dourar (forno à 180ºC).

Aproveite bem essa delícia! Um beijo!